Os Fundamentos do Coaching de Jesus – Parte III – Motivação


Você precisa definir a quem você deverá agradar, mas entenda que você jamais poderá agradar a todos. Quando procuramos agradar pessoas, na realidade o fazemos porque esperamos no mínimo, certo reconhecimento ou alguma coisa em troca.

É por isso que Jesus mandou amar nossos inimigos, porque de um inimigo só podemos esperar algo ruim e nossa verdadeira motivação deverá nascer por apenas procuramos agradar a Deus. Jesus viveu apenas para a audiência de Um. 
Em toda a sua vida aqui neste mundo, todo o seu objetivo sempre foi agradar seu Pai celestial. 

Ele diz isso em João 5:19… : Eu digo verdadeiramente que o Filho não pode fazer nada de si mesmo; só pode fazer o que vê o Pai fazer, porque o que o Pai faz o Filho também faz.”

Jesus viveu sua vida somente agradando aquele que lhe enviou, e fica a lição que temos de aprender. temos que aprender a não se preocupar com as opiniões dos outros e apenas concentrar-se na opinião que Deus tem sobre o que estamos fazendo. Não foque sua atenção aos que o bajulam ou zombar de você. Tanto um como outro podem desviar você de sua missão e dessa forma, o maior perdedor é quem perde o seu rumo.
Pense nisso!

Em Cristo!

A seguir; Os Fundamentos do Coaching de Jesus – Parte IV – Equipe





Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *